Após reeleição no Inter, presidente mira busca por títulos: “Está na hora”

Com a boa gestão reconhecida nas urnas, Marcelo Medeiros viveu um sábado especial ao receber a confiança de cerca de 92,5% dos votos dos sócios colorados no pleito presidencial. Soberano nas urnas, ele segue comandando o Inter no biênio 2019/20.

No primeiro discurso após a reeleição, ele destacou o aumento da responsabilidade a partir de agora e mirou a conquista de títulos para 2019.

“A régua cresceu porque fomos nós que elevamos. Quando cedemos o empate para o Corinthians, nos reunimos, e os jogadores estavam indignados porque saímos da segunda para a terceira colocação. Este é nosso grupo. Eu assumi o clube com déficit financeiro, caso Victor Ramos, para um cenário desconhecido (a disputa da Série B). Nós colocamos o Inter de volta a seu lugar. Temos dois anos de presidência. Sabemos que a exigência vai ser maior. A gente está pronto e vamos embora”, disse.

“É ganhar títulos. Está na hora de o Inter vir botar mais taça no armário e cumprir com o desempenho dentro de campo”, prometeu.

Sobre o grupo atual, que deve ser mantido em grande maioria para a próxima temporada, o presidente reeleito fez muitos elogios:

“Esse grupo que chegou à fase final do Brasileiro elevando a autoestima do torcedor, fazendo com que nosso quadro social crescesse, que a inadimplência caísse. Então mantendo o nível alto de futebol, tu trazes uma série de outras virtudes, melhores patrocínios, crescimento do quadro social, comunicação com o sócio. É fazendo do futebol um produto o principal foco no clube, jogando todas as competições para ser campeão. O Inter vai dar salto de grandeza importante em 2019”.

Além do Gauchão, do Brasileirão e da Copa do Brasil, o Inter volta à Libertadores em 2019.

Deixe um comentário