Cruzeiro perde a chance de ter melhor campanha como mandante desde 2014

O time do Cruzeiro se despediu de sua torcida no ano de 2018 com derrota para o Flamengo. Com dois gols do ex-cruzeirense Éverton Ribeiro, o Rubro-Negro superou o time mineiro e o impediu de alcançar a melhor campanha como mandante no Campeonato Brasileiro desde a edição de 2014, ano que foi campeão nacional pela última vez.

No total, foram somados 37 pontos em casa, com 11 vitórias, quatro empates e quatro derrotas (também para Grêmio, São Paulo e Ceará). Marcou 25 gols e sofreu 14. Obteve, assim, 64,91% de aproveitamento – sétima melhor campanha da atual edição, atrás de, na ordem, Palmeiras, Internacional, Atlético-PR, Flamengo, Grêmio e Atlético-PR.

Em 2015 foram somados 36 pontos em seus domínios, em 2016 obteve 38 pontos e em 2017, 34. Os melhores aproveitamentos nos pontos corridos desde 2006, quando a competição passou a ser disputada com 20 clubes, foram em 2008 (47 pontos), e 2013 (45 pontos) e 2014 (47 pontos). As piores foram em 2011 (29 pontos), 2009 (30 pontos) e 2012 (32 pontos).

Cruzeiro como mandante desde 2006 (início do Campeonato Brasileiro com 20 clubes)

2006 – 38 pontos – 10 vitórias, oito empates e uma derrota
2007 – 35 pontos – 11 vitórias, dois empates e seis derrotas
2008 – 47 pontos – 15 vitórias, dois empates e duas derrotas
2009 – 30 pontos – nove vitórias, três empates e sete derrotas
2010 – 38 pontos – 11 vitórias, cinco empates e três derrotas
2011 – 29 pontos – oito vitórias, cinco empates e seis derrotas
2012 – 32 pontos – nove vitórias, cinco empates e cinco derrotas
2013 – 45 pontos – 14 vitórias, três empates e duas derrotas
2014 – 47 pontos – 15 vitórias, dois empates e duas derrotas
2015 – 36 pontos – 10 vitórias, seis empates e três derrotas
2016 – 38 pontos – sete vitórias, sete empates e cinco derrotas
2017 – 34 pontos – nove vitórias, sete empates e três derrotas
2018 – 37 pontos – 11 vitórias, quatro empates e quatro derrotas

Time reserva na última rodada
O auxiliar Sidnei Lobo projetou o time do Cruzeiro reserva para o último jogo da temporada, diante do Bahia, em Salvador, pela 38º rodada do Campeonato Brasileiro. Mesmo sem mais ambições na competição, ele destacou a motivação da equipe e citou as conquistas do clube em 2018.

– Nós fizemos uma excelente temporada, conquistamos nossos objetivos do ano, mas a gente sempre está trabalhando em busca de resultados. Estamos no comando e é difícil você ter que mobilizar o elenco, porque já ganhou, mas com os atletas que temos, com o profissionalismo deles, facilita muito o nosso trabalho. Certamente vou usar alguns atletas que tiveram poucas oportunidades. Ainda temos que terminar a temporada, temos mais um jogo, e vamos terminar bem o ano.

Desfalques certos contra os baianos são o zagueiro Dedé, o volante Ariel Cabral, o meia Robinho e o atacante Fred, suspensos. O Cruzeiro é o oitavo na tabela com 52 pontos e pode terminar a competição em sétimo, oitavo, nono ou décimo lugar.