Cuéllar é sincero e admite que ano do Flamengo não é bom

O ambiente no Flamengo não é dos melhores após a equipe deixar o Palmeiras abrir vantagem na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro.

Distante do título do Brasileirão, eliminado na Copa do Brasil e Libertadores, a temporada rubro-negra vai se tornando frustrante. Em entrevista coletiva, o volante Cuéllar admitiu que o saldo de 2018 não é bom, e pede reflexão de todos no clube.

– Para a grandeza do Flamengo, o balanço não é positivo. Temos que brigar pelo título e ficamos fora na Copa do Brasil, Libertadores, Estadual… O ano não é bom e temos que reconhecer. Pela qualidade do elenco, já devíamos ter ganhado algo. Temos que refletir.

.

CONFIRA OUTROS TRECHOS DA ENTREVISTA DO VOLANTE CUÉLLAR:

.

TÍTULO:

Chegamos todos os dias no clube para trabalhar e melhorar no que erramos. A cabeça ainda está no título. Temos possibilidades matemáticas e vamos brigar. Ficou mais difícil ainda, mas ainda temos como brigar (…) O Flamengo está muito perto de ganhar muita coisa pela infraestrutura, por melhorar o elenco a cada ano. Temos que ainda pensar no título (do Brasileirão) e a cada jogo corrigir os erros que não têm impedido de ganhar algo

METAS E CLASSIFICAÇÃO PARA LIBERTADORES:

Nossa ideia desde o começo do ano é estar na Libertadores e brigando por coisas importantes. O Brasileiro é complicado por isso. Até o fim, está todo mundo brigando. Temos que estar ligados para não deixar que os que estão atrás atrapalhem. Não estamos pensando em hipótese nenhuma ficar fora da Libertadores. Temos um elenco muito bom e isso não pode acontecer. Respeitamos nossos rivais, mas pensamos em ficar mais perto do líder e, consequentemente, da vaga. Estamos a procura do líder. Não estamos olhando para quem está atrás, com todo o respeito aos outros times. Estamos a sete pontos do líder e queremos diminuir a distância para chegar com chance até a última rodada.

 

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

 

LEIA TAMBÉM:
Flamengo renova parceria para o CT Ninho do Urubu
Dirigente do Inter evita falar sobre interesse em Willian Arão, do Flamengo
Venda de joias do clube rende aproximadamente 100 milhões de euros ao Flamengo; veja
Flamengo sonda, mas valores dificultam negociação com Ricardo Goulart

Foto: Divulgação 

Curtiu essa matéria? Siga o jornalista no Twitter: Allan Abi Madi – @Allanmadi

Siga também no Facebook: Allan Abi Madi