D’Alessandro reverencia o “amigo” Taison: “Gostaria de jogar com ele novamente”

Aos 37 anos, D’Alessandro reconhece que está perto de encerrar a carreira profissional. Mas, antes de pendurar oficialmente as chuteiras, ele ainda mantém um desejo difícil de ser realizado: voltar a jogar com Taison, atacante do Shakhtar Donetsk, cujo contrato vai até 2021.

Juntos no Inter, D’Ale e Taison foram campeões da Libertadores e da Copa Sul-Americana.

“Não tenho mais muitos anos de carreira, e gostaria de jogar com Taison novamente. Eu falei isso para ele. É difícil, sei que é complicado, mas se eu puder fazer alguma coisa, alguma coisa eu vou fazer. Não sei o que, de repente encher o ouvido do presidente… Eu sei que não é fácil, tem muitos fatores que complicam, mas eu sei que a vontade dele é voltar. Ele está longe da família, ele sente saudade do clube, o que eu puder fazer, vou fazer”, falou D’Alessandro neste domingo após o evento Lance de Craque.

Taison, que também participou do jogo beneficente, disse que é praticamente impossível voltar ao Inter neste momento:

“Todo ano que venho aqui se fala que posso voltar, às vezes parece que eu sou culpado por não vir. Mas meu clube é muito difícil de deixar eu voltar”.

Deixe um comentário