Everton fala sobre o assédio da Europa, mas Grêmio garante que não há ofertas pelo atacante

Após o jogo contra o Corinthians na última rodada do Brasileirão, o atacante Everton falou sobre o assédio da Europa que recebeu nos últimos meses. Mesmo com o Manchester United e o City de olho em seu futebol, o atleta procura deixar seu foco totalmente no Tricolor Gaúcho.

“A gente sabe que tem um certo assédio aí. Procuro manter a cabeça aqui, apesar de ser difícil, quando se está fazendo um bom trabalho. As equipes acabam te sondando. Ficamos ouvindo rumores, cria aquela ansiedade. Mas vamos descansar bem nas férias e ver o que vai ter aí – disse Everton depois do jogo de domingo”, diz.

Para o atleta, o seu desejo é começar a pré-temporada na Europa na janela de transferência do meio do ano: “Tem aquela vontade de pegar o meio de ano, o início da temporada da Europa, se adaptar mais rápido. São poucos que chegam e já têm entrosamento, chegam jogando. Futebol é momento. Nunca se sabe o dia de amanhã. Às vezes estamos por cima, por baixo. Tem que aproveitar o momento”, ampliou Everton.

Por fim, o vice-presidente Duda Kroeff garantiu em coletiva de imprensa que não tem nenhuma oferta pelo atacante: “Que bom que o Grêmio precisa se preocupar com isso. É difícil, mas o chato é não ter quem desperte o interesse dos europeus. Não há nada por nenhum jogador. Esta não é a janela forte. A que movimenta é quando termina a temporada europeia. O Everton já não é mais segredo, mas não há nada de concreto. Já aprendemos a lidar com isso”, assegurou o dirigente.

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Deixe um comentário