Sem “grandes patrocínios”, Palmeiras viveu pior período das últimas décadas

Campeão de praticamente todos os torneios que disputou durante os anos 60 e 70, o Palmeiras viveu uma grande seca até que no começo da década de 1990, a Parmalat chegou ao clube paulista e ajudou na montagem de grandes esquadrões no clube, em um período onde o Verdão voltou a ser protagonista. Com a saída da empresa, o clube voltou a viver momentos conturbados, que passaram com a chegada da Crefisa recentemente.

Durante a ‘Era Parmalar’, de 1992 a 2000, o Verdão ganhou três vezes o Paulista, duas vezes o Brasileirão e o Rio-SP, e uma vez a Copa Mercosul, Copa dos Campeões e a Libertadores.

Depois da saída da famosa empresa de produtos alimentícios, o Palmeiras voltou a viver um momento ruim. Foi rebaixado em 2002 para a Série B e viu suas conquistas diminuírem. Voltou a ser campeão somente em 2008 do Paulista e em 2012 da Copa do Brasil, mas no mesmo ano que ganhou o torneio nacional, foi novamente rebaixado.

A fase ruim passou em 2015, quando o time estava já em um processo de reconstrução. Com a chegada da Crefisa, o Palestra voltou a montar grandes times e está sendo protagonista do futebol brasileiro novamente.

No primeiro ano com a Crefisa, ganhou a Copa do Brasil. Na temporada seguinte, foi campeão do Brasileirão. Após um ano em branco, em 2017, o time está próximo de conquistar outro Brasileirão agora em 2018.

 

Deixe um comentário